Arquivo de Palavra Chave para: Alimentação

Experimente: Shake com óleo de coco!

O óleo de coco possui uma quantidade importante de ácido láurico, substância antioxidante e anti-inflamatória que estimula o equilíbrio imunológico. Além disso, ajuda a combater bactérias, fungos e vírus, diminuindo os riscos de infecções. O óleo favorece o funcionamento do intestino e também aumenta a saciedade, podendo ser mais um aliado na sua dieta!

Confira abaixo a receita do Shake com óleo de coco!

Como consumir: de 1 a 3 colheres de sopa do óleo de coco, misturado no suco e no molho da salada. Você também pode usá-lo em receitas de bolo e moqueca.

Rende: 1 copo (300 ml)
Calorias: 210

Ingredientes
• 1/2 copo (100 ml) de suco de abacaxi
• 1 rodela pequena de abacaxi
• 1/2 xíc. (chá) de morango picado
• 1 col. (sobremesa) de óleo de coco extravirgem
• 1 col. (sobremesa) do mix com chia
• Gelo a gosto

Modo de fazer 
Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba sem coar.

Saiba as vantagens do consumo da mandioca!

A mandioca é resistente, nutritiva, cheia de carboidratos especiais e, além disso, é barata. Foi eleita pela Organização das Nações Unidas o alimento do século 21 e possui diversas vantagens:

Possui dos tipos de carboidratos, a amilopectina e a amilose, que liberam a glicose mais lentamente para o corpo facilitano a digestão, evitando picos de açúcar no sangue e dando mais gás para o dia a dia. Por ser rica em fibras e isenta de glúten, não pesa tanto na digestão.

Ao contrário da batata, ela possui maior quantidade de vitaminas A,B1, B2 e C. A composição de carboidratos da raiz faz com que ela prolongue a saciedade e, isto é mais um fator que ajuda a quem se preocupa com o peso.

Além disso, a mandioca é indicada para os diabéticos, pois diferente de outras fontes de carboidratos, ela não causa picos de glicemia. Mas, por conter bastante esse nutriente, não é recomendado que a misture em refeições com depósitos de carboidratos como macarrão e arroz!

O que há em 100 g de mandioca?

Calorias (Kcal)……………………160

Proteínas (g)……………………..1,36

Lipídeos (g)……………………….0,28

Carboidratos (g)………………..38,06

Fibras (g)………………………….1,8

Cálcio (mg)…………………………16

Vitamina C (mg)…………………20,6

Mais uma dica para adicionar a um cardápio mais saudável!

 

 

Capriche no café da manhã e diminua a fome no fim do dia!

De acordo com pesquisadores, um desjejum rico em proteínas pode reduzir a fome no final do dia.

Provavelmente, você não se preocupa muito com o café da manhã e acaba comendo qualquer coisa e sai correndo para o trabalho e garanto, a maioria faz isso. Ou pior, muitos pulam a primeira e mais importante refeição do dia.

De acordo com a pesquisa, pessoas que comem um café da manhã reforçado e com doses de proteína tendem a consumir menos alimentos gordurosos à noite. Ou seja, um bom café da manhã faz toda a diferença para a dieta!

Durante o estudo feito, 20% dos participantes com idade entre 18 e 20 anos tinham sobrepeso e pulavam o café da manhã. Durante o período de experiência, eles consumiram um desjejum de 350 calorias, incluindo 35 gramas de proteína. Depois do projeto, foi percebido que o café da manhã com bastante proteína fez com que os participantes sentissem menos fome de alimentos gordurosos e doces ao fim do dia.

Não é difícil se adaptar a um novo e reforçado café da manhã. É preciso apenas 3 dias para adaptação e, é claro, muita persistência!

Invista em ovos, carne, queijo cottage e iogurte para alcançar 35 gramas de proteínas.