Arquivo para: 26 de setembro de 2016

Adriana – 24/09/16

BalãoIntragástrico – peso inicial: 100 kg – peso final: 86 kg data do procedimento: 09/07/16.

No dia 09/07/16 realizei a colocação do balão intragástrico de seis meses. Correu tudo bem após a colocação, só tive enjoo por dois dias, mais passou rápido, assim como os gases.
Já se passaram três meses e estou ótima, me adaptei bem as dietas e até o momento estou me sentindo muito bem, com saúde e menos 15 kg!

Almir – 24/09/16

PlasmadeArgônio – peso inicial: 120 kg – peso final: 106 kg data do procedimento: 20/07/16.

Relato que até a presente data estou muito satisfeito com o resultado obtido!
Não senti dificuldade pra cumprir a dieta exigida, e hoje vou passar pela segunda sessão do plasma de argônio.
Agora é seguir as orientações recebidas e tocar a vida!almir-col

Barbara – 08/09/16

barbara-caroline-2 barbara-carolineBalãoIntragástrico – Barbara – 08/09/16 – data do procedimento: 19/12/15.

Vencer a obesidade é o sonho de todos aqueles que já sentiram o peso dessa batalha, o peso do corpo cansado e dolorido, o peso da dor dilacerante do preconceito, o peso do medo das comodidades. Mas eu estou na luta, sei que em toda a batalha existem vencedores e vencidos, porque é uma luta diária e pra sempre. A decisão de colocar o balão surgiu após inúmeras tentativas fracassadas de dietas e medicamentos, mas principalmente por não querer correr o risco de uma cirurgia (bariátrica) complexa com um bebê de apenas 6 meses, sabia que seria muito mais difícil, Então comecei a me informar em sites sobre o balão intragastrico. Tudo foi feito com uma certa rapidez, entre consultas, exames e o procedimento foram apenas 2 meses. E no dia 19/12/2015 com 103 kg eu realizei um sonho!
Quando se lê um depoimento de alguém que emagreceu com o balão, pouco sabemos sobre o lado difícil da história. Todos querem falar sobre medidas, auto estima, elogios… Mas a realidade, pelo menos pra mim, é que foi uma experiência muito difícil no primeiro mês. Pensei em até desistir, pedir pra retirar o balão, sentia meu corpo reagindo de maneira terrível, a sensação era o tempo inteiro de ter acabado de comer um prato de feijoada, cheguei a vomitar 12 vezes em um só dia, sentia-me fraca, pálida, nauseada, fui medicada em casa por uma amiga (enfermeira) com a orientação prévia da equipe médica, porque já estava desidratada e logo me senti melhor. Pouco a pouco meu organismo foi se adaptando aquele corpo estranho, tinha que viver um dia de cada vez. Os vômitos foram se espaçando, já não sentia mais dores, a quantidade dos alimentos foram aumentando e os resultados foram ficando bem visíveis, em um mês já havia perdido 10kg. Mas, infelizmente muitos fatores me impediram, o stresse e a ansiedade foram os meus piores inimigos. E sem contar que quase não fiz atividade física porque não tinha ninguém pra ficar com meu filho. Hoje eu posso dizer que estou muito feliz!!! É importante saber que nosso corpo é adaptável, é incrível como você se acostuma com o balão e que é possível comer, por isso eu tenho medo de engordar, entendo que meu corpo tem memórias, e que se eu não mudar meu modo de ver a obesidade e conviver com minha compulsão, voltarei sim a engordar. Olharei todos os dias pra trás e verei todo meu esforço que passei pra chegar até aqui e seguirei em frente sempre!!!
Muito obrigada a toda equipe da Endos pelo carinho e competência, Dr. Priscilla, Dr. Vera , enfermeira Michelle, a Hillas e ao Carlos.

Se gostou do caso da Barbara entre no nosso site e tenha todas as informações do procedimento, talvez seja você o próximo a contar essa história de sucesso!