Manual da Cirurgia Plástica

20916-ao-glamurama-anitta-contou-como-e-diapo-1

Nos meses de junho e julho, a procura por cirurgias plásticas triplica. Isso porque, segundo as próprias pacientes, não é preciso expor o corpo no inverno, por isso, fica mais fácil esconder os curativos e dá para usar a cinta modeladora sem sofrimento. Já para os especialistas, independentemente da época do ano, a cirurgia plástica exige cuidados. Afinal, é um procedimento de risco e não deve ser encarado como um simples tratamento de beleza. Para que tudo corra bem antes e depois da cirurgia, saiba quais são os principais cuidados. O primeiro passo? Observe-se no espelho e determine o que a incomoda. Nunca faça uma cirurgia plástica para agradar às outras pessoas e tenha em mente que existe um limite para o que é possível se obter. Não crie expectativas irreais. Prepare-se para a dor,para os riscos e também para a cicatriz. Passar por tudo isso vai valer a pena se você tiver em mente que o objetivo principal é elevar sua autoestima.

Antes

Como escolher o médico. 
Seguir a indicação de pessoas que você conhece e que já foram submetidas à cirurgia por aquele médico é um bom caminho. Mas, ainda assim, antes de marcar a consulta, verifique se ele possui o título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica consultando o site da organização (www.cirurgiaplastica.org.br). Verifique, também, se ele responde por algum processo ético-profissional relacionado à prática da cirurgia plástica. Isso pode ser feito junto ao Conselho Regional de Medicina da cidade onde ele atua. Se não houver nenhuma restrição, marque a consulta.

silicone-mama1

 

A primeira consulta. 

Ela é a mais importante das etapas. Fique atenta à qualidade do atendimento no consultório. O médico deve discutir suas expectativas, analisar seu problema e especificar as vantagens e desvantagens da cirurgia indicada, de forma clara e realista. Antes, porém, é bom se informar sobre o processo para fazer todas as perguntas que julgar necessárias. Dica: não entre no consultório com uma amiga. Por mais íntima que ela seja, pode tirar, sem querer, sua liberdade de conversar com o médico abertamente sobre suas insatisfações estéticas.

Informe-se. 
Conversar com outras pacientes que foram operadas pelo cirurgião que você escolheu é uma boa alternativa para avaliar como será seu atendimento futuro. Pergunte se elas gostaram dos resultados e como foi o processo pré e pós-operatório.

Avalie o local da cirurgia.
Procedimentos cirúrgicos devem ser realizados em hospitais bem-equipados para atender emergências. Fique atenta à qualidade e procedência do hospital onde o médico trabalha. Procure questionar padrões de segurança, índices de infecções e qualidade dos equipamentos.

Faça todos os exames. 
Exames de sangue (hemograma, coagulograma e glicemia) e urina, raio X do tórax, eletrocardiograma e mamografia (para mulheres acima de 40 anos) fazem parte da avaliação pré-operatória de rotina, um mês antes da cirurgia. Com eles, o médico vai saber se a paciente apresenta alguma contra indicação à anestesia e ao procedimento cirúrgico. O cirurgião deve ser avisado se você estiver gripada ou indisposta até dois dias antes da cirurgia.

Os 10 Mandamentos para fazer uma cirurgia plástica com confiança:

1 – Escolha um cirurgião que seja cadastrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Para conferir se o médico escolhido para realizar a cirurgia é um membro da sociedade, visite o site www.sbcp-sp.org.br.

2 – Antes da operação, faça os exames de rotina solicitados pelo médico, como eletrocardiograma, hemograma, coagulograma, urina e glicemia.

3 – Relate ao médico quais são os medicamentos que está tomando antes de se submeter a qualquerprocedimento cirúrgico. Já eram conhecidas as contraindicações do ácido acetilsalicílico, de anti-inflamatórios, anticoncepcionais e também de alguns antidepressivos — incompatíveis com algumas drogas anestésicas — no pré-operatório. Mas, recentemente, descobriu-se que o ginseng, a ginkgo biloba e a vitamina E também podem interferir nacoagulação do sangue, causando hemorragias.

4 – Os fumantes são considerados pacientes de risco para a realização de qualquer tipo de cirurgia. Portanto, para sua segurança, pare de fumar um mês antes da operação. Se possível, aproveite e pare de vez.

5 – Converse com seu cirurgião e com o anestesiologista sobre a anestesia a ser empregada.

6 – Se você apresenta problemas cardíacos ou é diabética,peça acompanhamento de especialistas durante a cirurgia e também no pós-operatório.

7 – Informe-se sobre o tempo necessário para sua completa recuperação, pois se pretende fazer uma plástica antes de um evento importante (como um casamento, por exemplo) é preciso programar tudo com muita antecedência.

services_33_606060123заличаване-на-пигментни-петна

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8 – Mantenha uma dieta equilibrada, com muitas fibras, no período que antecede a cirurgia, para manter a função intestinal e diminuir os níveis de colesterol.

9 – Comunique qualquer sinal de resfriadoconjuntivite,herpes ou infecções que surgirem na semana anterior à cirurgia. Nestes casos, o procedimento deverá ser transferido até a resolução do processo infeccioso.

10 – Evite realizar o procedimento se estiver vivenciando uma situação desafiadora do ponto de vista emocional. Uma plástica não trará, necessariamente, um ganho secundário, como um casamento mais feliz ou uma promoção no trabalho.

Fonte Fonte

 

Informações da clininca endos

No Brasil a ClimedtEndos é uma das empresas que fazem esse tipo de procedimento, venha e faça sua avaliação gratuita, tudo de forma totalmente profissional com um grupo multidisciplinar de funcionários para realizar da melhor maneira o seu sonho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *